16.2.09

carnaval

purpurina dourada nos olhos
não sai mais, brilha na luz do sol
feito diamante ou coisa preciosa
que não tem pressa, só euforia
meia calça colorida, banho
de mangueira do alto do prédio
fecho os olhos e imagino o silêncio
ele é feito de purpurina dourada
banho de mangueira brilho do sol
não tem ritmo, olhar sem métrica

2 comentários:

Edgard Profecter disse...

mas no carnaval tudo tem q acabar em samba

diana sandes disse...

ou em quarta-feira...