30.11.08

noite branca

a essa hora e a essa altura
gosto da noite iluminada
pelo balé dos holofotes no céu
e da rua em chamas e gente
porque aqui em cima flutuo
flutuo sem me mover
aqui sento e invento imagens
observo as construções as luzes
pinturas mal acabadas
mas se por acaso me canso
vou pulando de prédio em prédio
colunas que apontam pra terraços
que se debruçam em abismos
um dois três devant plié
na ponta dos pés

3 comentários:

Sirlanney disse...

posso apostar que sim.

muito bom
muito prazer.

Edgard Profecter disse...

por acaso sobrevoaste o rio Nieva?

Isabelle D'avila disse...

Cara Diana,

Me vesti esses dias de noite branca e andei por e pelos Santos!

Todo dia palavras suas para ilustrar o meu dia!

Um beijo de alma!