18.8.08

embrulho

chegou sábado pela manhã
por sedex
veio em camadas
afeito a mistérios
como carta de quem ama
pulei em cima me entreguei
a cada etapa daquelas
papel pardo, caixa
de papelão, umas tantas voltas
de plástico bolha
e nem sequer uma estourada
resisto à tentação
gosto dessa coisa de fazer
mistério
mas assim já tá demais
é sábado de manhã
eu mal acordei
e já despertei pelo dia inteiro

5 comentários:

Anônimo disse...

se eu achar demodê, quem serei eu?
bjos

Pin.gen.tes ur.ba.no sm. adj. Capix. disse...

adoro embrulhos.
duvido quem não goste de surpresa.
saber o que tem dentro.
com gente é assim.
a gente só namora sem saber o que tem dentro.
porque no fundo, isso é o mais legal.

Pin.gen.tes ur.ba.no sm. adj. Capix. disse...

sou eu lili quem postei aí em cima.
lilicheibub.blogspot.com

é que estou logada com o nome de um projeto meu. ehehehe

ah, lá tem umas crônicas bem legais, caso queira vver.

beijos, moça! até mais tarde na aula

Anônimo disse...

...nossa vc escreve muito bem, estou viciada no seu blog...

marcelo disse...

Fiquei curioso!!! ainda vou conhecer mais os teus poemas. bj