24.6.07

Na iminência da palavra me calo
Sobe desejo de explodir
Desce, gole por gole, um medo qualquer...

O momento, o elemento, a dúvida
A curva fatal, alguma escolha letal.
A palavra equilibrista
E um desejo cortante de voar
(Sair pela tangente é que não dá)

Um gole, um som, a dúvida
Explode em asas
Deixa a palavra rimar
A dúvida desmancha no ar

Gole por gole, sem parar

Um comentário:

rafael disse...

Não preciso dizer muito sobre esses textos, né? Excelente.